Os primeiros passos

Em 05 de Agosto de 1917 são aprovados os primeiros estatutos desta associação, datando a primeira Assembleia Geral, de 17 deste mês. No dia 22 de Agosto do mesmo ano, a Gazeta da Figueira dá-nos a notícia da inauguração do Clube.
Os estatutos foram aprovados por Alvará do Governo Civil do Distrito de Coimbra no ano de 1928.

Para além de proporcionar a prática do ténis nos seus dois courts iniciais de terra batida, o Clube era então sobretudo, um ponto elegante de reunião, cujos chás-dançantes marcavam a agenda social pela sua distinção.

O Tennis Club era na época da sua fundação, a "sala de visitas" da Figueira. Lugar de selecção rigorosa, cujas festas organizadas durante a época balnear, tinham um lugar de destaque na sociedade. O facto do Clube ser utilizado essencialmente para actividades de índole social e jogos de mesa, não impediu que tivessem surgido durante esta fase, alguns valores do ténis nacional da altura e que aí se tivessem realizado alguns torneios importantes.

Corpos Sociais

Em 1932, era Presidente da Assembleia Geral, o Visconde de Montargil. Em 1933 o Dr. António D´Azevedo era o Presidente da Direcção, tendo como Vice-Presidente o Engenheiro José Vieira de Campos. O Clube tinha um acesso previligiado à chamada Praia das Crianças, adjacente ao terreno das instalações.

Campeonatos Oficiais de Ténis

Em Setembro de 1939, realizaram-se no Clube os Campeonatos Oficiais de Tennis, com a participação de 20 jogadores. Os vencedores foram: Mary Motta (Taça José Ferreira Pinto Basto), José Roquette (Taça Dr. Luiz Carrisso), Gabriela Cantarino e Francisco Matos (Taças Condessa de Vinhó e Almedina e D. Luiz de Mello Correia), José Roquette e Manuel Nicolau de Almeida (Taças Tennis Club), José Roquette (Taça Mondego da Comissão Municipal de Turismo).

Realização do Torneio Internacional de Ténis

Em Agosto de 1965, o Clube conseguiu trazer para a Figueira da Foz, o Torneio Internacional de Tenis , Portugal - Mónaco, com vitória da equipe nacional.

Nesse mesmo ano, em Julho, organizou o Primeiro Torneio de Tiro aos Pratos, o qual despertou enorme interesse em todo o país. O Clube possuía então uma secção de Patinagem.

Revisão dos Estatutos

Foi assim a vida do Clube durante largos anos. Em 1972, são revistos os Estatutos, explicitando-se no seu artº 1º do Capítulo I, que " O Tennis Club , fundado em 1917, é uma associação de carácter desportivo e recreativo, contribuindo para o interesse turístico da Figueira da Foz". Neste mesmo ano, conseguiu-se a cedência pelo Estado, dos terrenos onde o Clube estava instalado, mediante o pagamento de renda simbólica.

Este facto-chave na vida do Clube, foi registado na Secretaria Notarial em 28 de Fevereiro. Cabe aqui lembrar a acção meritória do senhor Dr. Alexandre Lucena e Vale. Também neste ano, acedendo ao pedido da Comissão Desportiva, a Câmara Municipal ofereceu e mandou instalar nos courts, uma "magnífica instalação eléctrica".

Os actuais estatutos podem ser consultados aqui.

Valências do Clube

Nos anos 70, o Clube dispunha de secção de Vela, organizava um torneio Internacional de Bridge e um Concurso Hípico Nacional.

Ténis como Actividade Principal

A partir de 1980, as condições implementadas de maior abertura, proporcionaram que a prática do ténis passasse a ser a actividade principal do Clube. Inclusivamente, a formação passa a ser dada por uma escola profissional.

Atribuição de Medalha de Mérito Desportivo

Por ocasião do 75º aniversário do Clube, este é agraciado pelo Estado, com a Medalha de Mérito Desportivo:
Em Agosto de 1993, procedeu-se à revisão dos estatutos do Clube, que consagrou como fins:

- Promover a divulgação e prática do ténis no Concelho da Figueira da Foz;
- Criar e manter uma escola de ténis para jovens e realizar campeonatos ou torneios de ténis, podendo participar em provas oficiais;
- Promover nas suas instalações, festas e outras actividades de índole sócio-cultural;
- Proporcionar aos seus associados outras actividades desportivas, culturais ou recreativas, aprovadas em Assembleia Geral.